lian_gong

Abril foi um mês muito especial para uma turma que, verdadeiramente, encanta o Parque Aggeo Pio Sobrinho. Há quatro anos começavam as atividades terapêuticas de Lian Gong para alguns moradores do nosso bairro. A técnica é uma ginástica terapêutica desenvolvida especialmente para prevenir e tratar dores crônicas no corpo.

Atualmente, em média 15 pessoas participam das atividades, realizadas todas as terças e quintas-feiras das 15h30 às 16h30. Professora da turma desde a primeira atividade, Lenize Chaves não esconde a felicidade em ver o projeto chegar a quatro anos e crescendo a cada dia. “Eu acredito que temos muito que comemorar. A gente certamente favoreceu estas pessoas a viverem mais plenamente. Quando elas conseguem ter mais saúde acho que conseguem ter mais plenitude para viver. Aqui é um espaço para resgatar e promover a saúde”.

De acordo com Lenize os integrantes do grupo, que foi intitulado como “Saúde e Plenitude”, são alegres e bem entrosados, o que facilita muito a aplicação das aulas.

 

RESULTADOS
Maria Alice Rezende participa do Lian Gong no Parque Aggeo desde a sua criação. Segundo ela, a melhora em sua vida foi tanta que não mede esforços para estar presente em todas as aulas. “Às vezes eu tenho que viajar e fico com pena de deixar este momento tão precioso. Eu tinha dor nos braços, no joelho e agora não sinto mais nada. Sem contar as grandes amizades que
criei aqui. Que estes quatro anos se transformem em 40”.

Dalton Paes está no grupo há dois anos. Fazer o Lian Gong com a professora Lenize foi fundamental para que pudesse enfrentar uma grave depressão. “Eu saio daqui alegre, bem disposto. Antes custava a dar uma volta no parque. Hoje dou mais de 20 com facilidade. No dia da primeira aula cheguei em casa e disse a minha esposa em tom de brincadeira: meu bem mudei de religião”.

Vanda Maria Viana é uma das iniciantes do grupo. Contudo, com apenas algumas semanas de participação diz que o seu emocional já passou por uma grande mudança. “Eu fico muito mais calma. Vejo a vida e os problemas com muito mais tranquilidade. Não largo mais este grupo e, inclusive, já convidei duas amigas a também participarem”, ressalta.

Como participar

A Prefeitura de Belo Horizonte oferece o Lian Gong em todos os centros de saúde da capital. Isto faz com que a cidade alcance o
status de ser a com maior número de participantes da ginástica no mundo, fora da China. Porém, para o futuro, Lenize Chaves ainda espera uma maior participação dos moradores.

A prática do Lian Gong é gratuita e não é necessário fazer inscrição prévia. Basta procurar pela própria Lenize ou Nelma, no Parque Aggeo Pio Sobrinho ou no centro de saúde do bairro Havaí. Não existem contra-indicações para as atividades.

O Lian Gong é uma prática corporal fundamentada na Medicina Tradicional Chinesa com atuação importante na melhoria do funcionamento dos órgãos internos. A atividade, acessível a pessoas de qualquer idade, trabalha a mente e as emoções e busca o prolongamento da vida com qualidade.

 

Fonte: Jornal do Buritis

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

FALE CONOSCO

Envie-nos uma mensagem

Enviando

©2019 Meu Bairro Buritis | Todos os direitos reservados

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?