bares_buritis2

“Calçada do Rio”! “Savassi dos tempos áureos”! “Passarela do álcool”! Estas foram apenas algumas das frases ouvidas em conversas com frequentadores dos bares e restaurantes do Buritis 2, tudo isso para ilustrar a boa sensação dos ambientes existentes na região. Ao longo dos últimos anos o Buritis se tornou referência em Belo Horizonte quando o assunto é “curtir a noite”.

 

 

Com uma enorme diversidade gastronômica e estabelecimentos muito bem estruturados, moradores dos mais variados e longínquos pontos da capital escolhem o nosso bairro para um momento de lazer e descontração, seja com amigos ou em família. Mas, como nada é bom o bastante que não possa melhorar, a opção para os clientes ficou ainda maior com a extensão do bairro. Na região do Buritis 2 o movimento à noite já caiu no gosto popular.
Até para os mais distraídos, basta uma pequena caminhada pelo final da Avenida Mário Werneck que logo percebem a grande
presença de pessoas na região. São universitários, trabalhadores em happy hour, casais e famílias que querem saborear uma comida de alta excelência, ou apenas estar em um local afável para um bom bate-papo. Tudo isto somado ao clima agradável e o espaço seguro que foi montado. Quem apostou no sucesso do Buritis 2 já colhe muitos frutos!
O “Espetáculos” é um bar que se tornou referência na capital mineira no segmento dos espetinhos. A primeira unidade no bairro Cidade Nova chegou a ganhar o prêmio da revista “Veja Comer e Beber” como o melhor espetinho de BH em 2014. Querendo expandir seus negócios arriscou uma segunda unidade no Buritis 2, quando o local ainda dava seus primeiros passos no setor de bares e restaurantes. A escolha não poderia ter sido mais acertada, tanto que, em breve, um novo espaço será inaugurado comportar um número de clientes. “Aqui está com grande movimento por incrível que pareça, ainda é região com enorme potencial de crescimento, já que diversas moradias serão lançadas em breve”, comenta o gerente Wanderley Morgado.
A gastronomia diversificada é um dos pontos de maior destaque do Buritis 2. Em poucos metros é possível comer espetinhos, pizzas, refeições à la carte e até comida japonesa. O J-San trouxe esta novidade para a região há cerca de um ano e, o que para muitos poderia ser um investimento de risco, na verdade se mostrou uma aposta muito segura. “Desde o  início foi sucesso. A princípio clientes de outros bairros como Lourdes e Sion vinham nos prestigiar e, pouco depois, moradores do Buritis também começaram a frequentar o restaurante”, explica o gerente Lúcio André Teixeira.
E como quem quer se estabelecer no mercado tem sempre que buscar crescimento, um novo empreendimento foi lançado pelos
empreendedores do J-San. Trata-se do J-Pub, que fica bem ao lado do restaurante japonês. De acordo com Lúcio, os empresários viram a necessidade de oferecer um novo serviço, para que outros públicos fossem alcançados. “Aqui passamos jogos de futebol, servimos um outro tipo de comida, temos sinuca e música ao vivo todos os dias. Um lugar em que as pessoas podem vir mais despojadas. Tem cliente que para com o cachorro na calçada para tomar uma cerveja e ouvir música. A abertura do J-Pub foi um tapa que demos na cara da crise”, ressalta o gerente.

Um dos bares de maior destaque no Buritis 2 é o Zé Pileque. A quantidade de pessoas nas mesas, tanto na calçada como na parte interna do estabelecimento, chama muito a atenção. Para quem passa pela primeira vez no local a sensação é de que o bar já existe há muito tempo por conseguir conquistar esta grande clientela. Pelo contrário, o Zé Pileque tem apenas quatro meses de funcionamento. “Foi um espanto ver o sucesso imediato. E foi no boca a boca mesmo, já que não fizemos propaganda nem em rede social no início”, revela Diego Madeira, um dos sócios do local.

Arone Teixeira era o único com experiência em bar. Para ele, existe uma tendência de regionalização dos botecos e o Buritis se encaixa muito bem neste contexto. “Trabalhei na região do Sion, Anchieta e comecei a perceber esta mudança de comportamento. Pólos como a Fleming no Ouro Preto e aqui no Buritis é o que o público tem buscado. Se tiver qualidade, quantidade e preço bom o público será fiel”, diz.

E, em relação à crise, segundo Diego, esta passou bem longe dos botecos de BH. “Por mais que não tenham dinheiro, as pessoas não vão deixar de ter o seu momento de lazer e o bar é o principal deles. Talvez os grandes estabelecimentos, casas de show, possam estar em dificuldade, mas a gente não tem do que reclamar”, afirma.

Clientes aprovam o circuito gastronômico

E se os empresários estão satisfeitos com o sucesso da região, com os clientes não é diferente. Eles encontram no Buritis 2 um lugar estruturado, agradável e seguro para frequentar. A satisfação é tanta que tem muito cliente de longe, que não abre mão de dar uma passadinha pelos bares. O empresário Bruno Larcher mora na Pampulha e trabalha em Nova Lima. Mesmo assim, rigorosamente todos os dias, antes de ir para casa, dá uma paradinha no local para encontrar amigos em um ambiente acolhedor. “Venho aqui desde o surgimento dos primeiros bares. Já gosto muito e ainda vejo um grande potencial de crescimento. Tem tudo para se tornar uma referência de BH. Quando perguntarem um lugar bom para sair, logo virá à mente o Buritis 2.

O universitário Rafael de Paula é morador no Buritis. Assim que viu a construção da rede de lojas percebeu que ali poderia ser um ótimo lugar para a instalação de bares e restaurantes. Superou suas expectativas. Começou a frequentar e hoje é um cliente assíduo. “É muito bacana. Não precisa sair do bairro para estar em um bom lugar, degustar de uma comida e bebida diferenciada. Além de tudo isso, não preciso preocupar-me com bafômetro, já que venho a pé”, se diverte.
E se engana quem pensa que o local não seria apropriado para as famílias. Prova disso é a presença das amigas Mariana Tavares e Suzane Faria, moradoras do Buritis. Mães dos pequenos Lucas, de um ano, e Samuel de quatro meses, respectivamente, elas não sentem qualquer problema em frequentar os bares com os filhos. “É muito tranquilo e seguro. Sempre vejo a polícia por aqui, isto traz uma tranquilidade para a gente. É diversão para toda família”, diz Mariana. “O Samuel não sente qualquer incômodo. O ambiente é agradável. Sair de casa nesse calor com ele é muito importante e aqui eu recomendo”, afirma Suzane.

 

Fonte: Jornal do Buritis

1 Comentário
  1. jurandir 8 meses atrás

    só que os comerciantes metem a mão e ainda cobram 10 por cento. vão quebrar porque acham que quem mora no buritis é rico.

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

FALE CONOSCO

Envie-nos uma mensagem

Enviando

©2019 Meu Bairro Buritis | Todos os direitos reservados

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?