Engenheiros da Defesa Civil municipal devem definir nesta quarta-feira (16) se os moradores que tiveram que sair de um apartamento do prédio no bairro Buritis, onde um muro desabou no último sábado (12) por causa da chuva, podem voltar para casa. Na manhã desta terça-feira (15), técnicos do órgão estiveram no local e constaram que as providências tomadas pelos moradores estão dentro do indicado para conter o problema.

“Todos os dias viemos fazer vistoria, principalmente para trazer tranquilidade aos moradores e verificar se há uma evolução do risco. O que a gente percebe é que o risco está bem conduzido pelo síndico e pelos moradores, a rede de drenagem foi refeita, colocaram lonas na encosta, existe uma programação de mitigação do risco”, afirma o coordenador da Defesa Civil municipal, coronel Alexandre Lucas.

O muro que desabou, provavelmente por causa de um problema de drenagem, fica na divisa entre dois prédios. A princípio, a estrutura de nenhum dos dois imóveis foi comprometida. O muro foi erguido há cerca de 17 anos, quando o prédio onde fica o apartamento interditado desde o último sábado (12) foi construído.

 

Coronel Alexandre Lucas, coordenador da Defesa Civil

REPARO – O coordenador da Defesa Civil municipal, coronel Alexandre Lucas (E), explicou as ações implementadas pelo prédio, juntamente com o síndico, André Carvalho (D)

Para que o problema seja resolvido, serão necessárias obras de reparo. “Tem que ter a reconstituição do sistema de contenção, é uma obra que tem que ser feita sob a orientação de geotécnicos. E tem que se levar em conta que nós estamos em período chuvoso, que aumenta muito o risco dessas obras. Então pode ser feito um monitoramento e outras intervenções de mitigação e aguardar um projeto bem feito, uma execução bem feita”, explica o coronel.

Os moradores do prédio com entrada para a rua Tito Guimarães, onde ninguém teve que ser retirado, acompanham de perto todas as ações. “Nós já estávamos tranquilos porque a nossa preocupação, inicialmente, era com o prédio vizinho porque o muro dele cedeu. Mas estamos tomando todas as medidas orientadas pela Defesa Civil, pelo Corpo de Bombeiros, já estamos com 80 % desse procedimento concluído, vamos concluir o restante hoje”, conta o síndico, André Carvalho.

Alerta

Problemas como o desabamento de muros são bem comuns durante o período chuvoso, principalmente nos locais onde não é feita uma manutenção preventiva. Por isso, a Defesa Civil orienta que moradores e síndicos sejam cuidadosos.

“É muito importante a manutenção de todos os sistemas de drenagem, não só em prédios em áreas de relevo, mas em todas as áreas da cidade. Sistemas de drenagem são estruturas de engenharia que fazem com que a água não se acumule, não exerça força onde ela não tem que exercer. Então, é importante que estejam desentupidos canos, caixas de passagem e até as calhas”, afirma o coronel Alexandre Lucas.

Além dos pontos onde foram registradas ocorrências no ano passado por causa da chuva, a Defesa Civil ainda monitora alguns locais de risco, como uma obra na Vila São José, onde são feitas visitas diárias para acompanhar a situação.

“Todas as providências estão sendo tomadas porque o mais importante para nós é que as vidas humanas não corram risco e que haja um menor prejuízo econômico e social possível”, garante o coronel.

 

Fonte: Hoje em Dia

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

FALE CONOSCO

Envie-nos uma mensagem

Enviando

©2019 Meu Bairro Buritis | Todos os direitos reservados

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?