O mês de outubro começou com uma bela história no grupo do Meu Bairro Buritis no Facebook. Um membro do grupo fez uma publicação doando quase 10 kg de carne e chamou atenção. Carlos Henrique Mascarenhas contou que na última semana comprou duas peças de carne suína, da marca Seara, no supermercado Epa do Buritis. Ao chegar em casa, constatou que as carnes estavam impróprias para consumo.

Aqui vale uma pausa na história para um parêntese. Esse tipo de publicação era muito comum no nosso grupo. Reclamações e acusações sobre estabelecimentos comerciais. Estes posts geravam sempre muita polêmica. Nem sempre as acusações procediam. Na era das redes sociais, as pessoas parecem ter encontrado um local para amplificar suas vozes. Em geral, cansados de abusos sofridos por grandes empresas sem ter muito a quem recorrer, o cidadão hoje busca expressar na internet sua fúria em qualquer tipo de situação onde se sinta lesado por uma empresa. As vezes até se esquecendo de primeiro tentar resolver de forma amigável o problema. Isso acontecia tanto, e gerava tanto tumulto, que em determinado ponto precisamos proibir esse tipo de publicação no grupo. Resolvemos que nosso grupo não seria mais o espaço para esse tipo de publicação e que iríamos privilegiar as coisas boas.

Mas esta história é diferente. Carlos não fez um post para reclamar do supermercado. Ele entrou em contato com as duas empresas (Seara e Epa), relatando o ocorrido. A resposta que obteve das duas foi além do esperado. Recebeu pedidos de desculpas, gentileza e o empenho em ressarci-lo. As empresas o entregaram como compensação quase 10 quilos de carne. Ele conta que, como ele havia comprado apenas por volta de 1 quilo, o excedente não era justificado. Por isso ele resolveu doar 9 quilos para alguém ou alguma instituição de caridade. Por isso ele fez a publicação no Facebook. Rapidamente recebeu centenas de respostas, com pedidos, sugestões de instituições para onde fazer a doação e também mensagens parabenizando-o pela atitude.

Carlos fez questão de frisar o tempo todo que não queria publicidade e que achava que isso era uma atitude que deveria ser normal. Ele tem razão, mas infelizmente não é. Desejamos que algum dia o desejo dele seja realidade. É esse tipo de exemplo que devemos seguir para construirmos uma sociedade mais justa e agradável para todos.

 

 

 

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

FALE CONOSCO

Envie-nos uma mensagem

Enviando

©2018 Meu Bairro Buritis | Todos os direitos reservados

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?