Um relato de momentos de terror vivenciados por uma empresária belo-horizontina de 23 anos viralizou no Facebook desde a última semana. O relato foi divulgado em nosso grupo no Facebook assim como compartilhado por várias pessoas. A jovem recorreu à rede social para alertar outras mulheres sobre a ação de um personal trainer que a atraiu para um teste físico com o intuito de estuprá-la. O crime teria ocorrido em um flat alugado no Estoril, na região Oeste da capital mineira, no último dia 29. O homem, de 32 anos, já havia sido denunciado anteriormente por outra vítima às autoridades policiais. A proprietária do flat também já postou em nosso grupo dizendo que o acusado teve seu contrato de locação cancelado e que está a auxiliando nas investigações.

personal0O relato compartilhado por centenas de pessoas no Facebook explica que o personal trainer atraiu a empresária por meio do Instagram. Ele teria afirmado que estava interessado em fazer uma parceria e a convidou para uma avaliação física. Após trocar algumas mensagens, a jovem marcou o teste no endereço passado pelo suspeito no bairro Estoril.

“Chegando lá, os porteiros avisaram sobre minha chegada e eu subi o elevador. Reparei que nas portas não tinham fechaduras, elas eram de cartão como em hotéis. Dei dois toques na porta e ele abriu. Me cumprimentou e disse que seria breve. Começou fazendo alguns exercícios mandando abrir e fechar os braços contava até 20 segundos segurando minha cintura e repetia. Até que ele segurou na altura dos meus seios. Achei estranho e disse que eu precisava ir embora porque tinha outro compromisso. Ele disse pra eu me acalmar”, explica no relato.

O personal trainer teria dito que a empresária não precisava se preocupar. Após a jovem fazer abdominais, o suspeito tentou novamente tocá-la. “Ele colocou uma das mãos na minha virilha. Nesse momento, me assustei. Tirei a sua mão dali, mas ele se jogou em cima de mim. Abaixou meu short e calcinha de uma só vez até a altura dos meus joelhos. Ele é forte, bem mais que eu. E ele já estava com preservativo. Forçou meus ombros contra a cama e conseguiu fazer o que queria”.

Antes de escapar do local do crime, a vítima relatou que ainda ouviu o personal trainer dizer: “Ei, você não vai nem me dar um abraço de despedida?”. A empresária acionou a Polícia Militar e registrou um boletim de ocorrência logo após sair do flat e se encontrar com um amigo. Ainda assim, o suspeito não foi localizado pelos militares. Posteriormente, a vítima descobriu que ele, na verdade, atende clientes em um outro local no bairro Gutierrez e aluga o flat no Estoril esporadicamente.
Após o relato viralizar no Facebook, o personal trainer apagou seus perfis no Facebook e no Instagram. Ele já havia sido denunciado anteriormente às autoridades por ter tentado abusar de outra mulher de 22 anos no mesmo endereço. A abordagem ocorreu de forma similar, por meio de um convite feito pelo Instagram. Porém a vítima afirmou que conseguiu fugir antes que o homem consumasse o ato sexual. Os casos estão sendo investigados.
Obs: As fotos e dados pessoais do acusado foram apagados por ser contra a lei acusações sem provas. Somente a justiça pode condenar uma pessoa, e somente após a condenação definitiva se vier a ocorrer é que essa pessoa pode de fato ser considerada culpada e seus dados e imagem divulgados.
Fonte: Bhaz (editado)

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

FALE CONOSCO

Envie-nos uma mensagem

Enviando

©2019 Meu Bairro Buritis | Todos os direitos reservados

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?