squash

A delegação brasileira enviada para a disputa dos Jogos Pan-americanos de Toronto, no Canadá, contou com a presença de 590 atletas. E, entre estes quase 600 competidores estava uma atleta muito especial para o Buritis. A jovem Giovanna Veiga, de apenas 16 anos, que foi uma das representantes do país na disputa do Squash, é moradora do nosso bairro.
Giovanna tem idade para disputar competições da categoria juvenil, mas devido aos seus grandes resultados, foi convidada a integrar a seleção feminina nos jogos. O objetivo do COB – Comitê Olímpico Brasileiro – é dar maior experiência internacional a jovens atletas que alcançam destaque em seu esporte. A moradora do Buritis é a atual campeã brasileira e sul-americana de sua categoria.

Giovanna participou da disputa de duplas e por equipe. Nas duplas terminou na 5ª colocação, enquanto por equipe ficou em 7º. Resultados já aguardados, uma vez que o Squash não é um esporte olímpico e, por isso, não recebe muitos incentivos por parte do Governo Federal. Mas, o que importou mesmo foi a experiência vivida. Momentos que ficarão marcados para sempre na memória da jovem. “Ficar na Vila Pan-americana foi muito especial. Estava ali ao lado de grandes atletas como o Thiago Pereira da natação, o nosso “Mr. Pan”, o Lucas Piazon do futebol. Sentindo-me igual a eles. Sem falar da cerimônia de abertura, sem dúvidas o momento mais emocionante. Uma noite mágica”, recorda.
Outra boa lembrança da atleta é a infraestrutura encontrada em Toronto. De acordo com ela, a cidade é um exemplo de administração e cultura, e os canadenses foram grandes anfitriões. “Eles souberam muito bem organizar os jogos. É uma cidade de primeiro mundo pronta para receber turistas e grandes eventos”.

Paixão de família

O Squash ainda é uma modalidade esportiva pouco conhecida pela grande maioria dos brasileiros. Até por isso, quem pratica o esporte por aqui, normalmente, é porque foi apresentado a ele pela família. A história de Giovanna Veiga não é diferente.
Apesar de ainda jovem, Giovanna já pode dizer que pratica Squash desde pequena. Ela começou a jogar com apenas sete anos. O incentivo veio do pai e do irmão mais velho. A modalidade se tornou uma paixão da família, tanto que o pai decidiu construir uma quadra dentro de casa para receber os amigos para jogar e, principalmente, para que a filha tenha melhores condições de treinar. “Dedico muitas horas do dia ao Squash e como também não posso descuidar da escola, todo o tempo que tenho é precioso. Ter esta quadra em casa tem me ajudado muito”, afirma a atleta

Patrocínio

Devido aos grandes resultados alcançados, a moradora do Buritis tem o privilégio de receber o Bolsa Atleta, programa de incentivo financeiro a atletas oferecido pelo Governo Federal. Ela recebe um valor de R$11 mil para custear suas despesas para treinamento durante todo o ano. Entretanto, apesar de ser muito bem-vindo, o valor é muito pequeno perto de todos os gastos obtidos por uma atleta de ponta. “Tirando o Pan-americano, em que o COB cobre todas as despesas da delegação, para a disputa de torneios de Squash não existe este apoio. Ou seja, preciso contar com o “paitrocínio” para participar das competições. Recentemente foi realizado o mundial na Holanda e não participei porque não tinha como arcar com as despesas”, lamenta.

 

Fonte: Jornal do Buritis

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

FALE CONOSCO

Envie-nos uma mensagem

Enviando

©2019 Meu Bairro Buritis | Todos os direitos reservados

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?