dog2

O alto número de cães vadios perambulando pelas ruas do Buritis tem causado preocupação a muitos moradores do bairro, especialmente em quem é apaixonado por animais. Além da comoção pela situação em que estes cães vivem, muitas vezes alheio a agressões, também fica a apreensão quanto aos problemas de saúde pública que podem vir a surgir, como por exemplo, a leishmaniose, ou até mesmo ataque a pedestres.

Diante deste cenário, alguns moradores, ao invés de ficarem de braços cruzados esperando por uma solução do poder público, decidiram agir na tentativa de solucionar ou pelo amenizar o problema.

A moradora Ana Flávia Pizzoto deu início, através das redes sociais, a uma campanha de adoção de cães abandonados. Juntamente com alguns amigos, ela decidiu acolher os animais que encontrava na rua e, em seguida, fazia a exposição de suas imagens, na tentativa de encontrar pessoas que quisessem adotá-los. “Inicialmente juntamos as primeiras 10 pessoas que se colocaram à disposição para ajudar em um grupo no Whatsapp. Aí abrimos um grupo no Facebook. Agora queremos organizar ainda mais abrindo uma fan-page no Facebook, chamada Buritis de 4 Patas”.

A ideia é que esse projeto cresça além do resgate dos animais que vagam pelo bairro. O grupo quer conscientizar os moradores quanto à responsabilidade da sociedade em relação ao bem-estar dos animais, a guarda responsável e adoção. “Belo Horizonte tem aproximadamente 30 mil cães Ana Flávia Pizzoto abandonados, isso sem contar os gatos. No Buritis hoje acreditamos que existam aproximadamente 20 cães pelas ruas. Nas últimas semanas resgatamos quatro”, diz a moradora.

Apesar de difícil, Ana Flávia comemora muito cada lar que conseguiu encontrar para um cãozinho. “Eu vejo muitos jovens do Buritis comprando um cachorro de R$3 mil ou mais. Eles não sabem o quanto seriam felizes se adotassem um cão abandonado, que além de sair de graça, teriam por eles um amor incondicional”, afirma.

ABANDONO

A proximidade do Buritis com o Anel Rodoviário (local de desova de animais) faz com que no nosso bairro apareçam muitos cães. Outro fator é que muitas construtoras usam cães para tomar conta das obras e depois os abandonam por aqui. Há também moradores que, simplesmente, não querem mais o cachorro e resolvem soltá-lo na rua. “Conscientização é o maior problema que enfrentamos na propagação dos valores da guarda responsável no Brasil, e no nosso bairro não é diferente. Todos deveriam colocar a mão na consciência e perceber o mal que estão fazendo a estes animais e também ao convívio social”, diz Ana Flávia.

O Buritis de 4 Patas quer montar uma farmácia solidária para tratar os cães acolhidos. Os integrantes do grupo querem doação de remédios dentro do prazo de validade. Além disso, precisam de ajuda com ração e vacina. Interessados em ajudar devem entrar em contato através da página do grupo no Facebook.

Fonte: Jornal do Buritis

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

FALE CONOSCO

Envie-nos uma mensagem

Enviando

©2019 Meu Bairro Buritis | Todos os direitos reservados

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?