O que as mães precisam para criar filhos felizes?

O que as mães precisam para criar filhos felizes?

Eu tenho certeza que você, mãe, sabe exatamente o que você quer para os seus filhos, mas você já parou pra pensar na mãe que você quer ser?

Antes de ter filhos eu tinha certeza que eu queria ser uma mãe presente, mas na minha cabeça o principal disso era a presença física. Então quando pensei em engravidar comecei a fazer movimentos para que minha vida profissional fosse flexível para quando esse momento chegasse. Quando meu primeiro filho tinha 2 anos eu já trabalhava em casa, em tempo integral.

Essa experiência me fez mudar completamente o meu conceito de mãe presente. Pois eu estava ali fisicamente 24 horas por dia, mas não podia dar atenção pro meu filho 24 horas por dia, eu precisava trabalhar. E então fui me adaptando e entendendo que o importante não era a quantidade e sim a qualidade dessa presença. Fui entendendo também que quando eu estava com ele querendo ou precisando fazer outra coisa, meu filho não tinha uma parte muito legal de mim.

Você já percebeu quanto é que os seus filhos tem o melhor de você? Os meus filhos tem o melhor de mim quando eu estou bem.

São nos momentos em que estou bem que eu consigo transmitir aos meus filhos todo o meu amor, meu carinho, são nos momentos que estou bem que passo pra eles os valores que quero passar, são nos momentos que estou bem que consigo ser a pessoa que eu quero que eles se espelhem.

E para eu me sentir bem, eu não posso abrir mão do meu autocuidado.

A mãe que quero ser é a mãe feliz comigo, e é por isso que eu invisto na minha sanidade mental, na minha felicidade e nas minhas realizações, sem culpa.

Eu não faço isso só por mim, pelo contrário, é muito mais por eles, pois é assim que eles terão o melhor de mim. E mães felizes, criam filhos felizes!


Meu nome é Mariana Bicalho e a partir de hoje estarei aqui com vocês dividindo pensamentos e reflexões do universo feminino e materno.

Em 2010 eu criei o Mommys que é um grupo de mães que começou por uma necessidade minha quando eu estava grávida do meu primeiro filho. Eu queria falar com pessoas que estavam passando por essa experiência da maternidade tão nova pra mim.

Hoje o Mommys é uma comunidade com mais de 8600 mães e hoje eu tenho consciência que o Mommys transforma não só as mães, mas transforma famílias inteiras.

O Mommys não existe para ensinar como ser uma boa mãe, mas para que a gente possa crescer juntas. Para acolher e conectar as mães. Porque a maternidade muitas vezes é solitária e vem cheia de desafios.

O Mommys existe pra mostrar todas as mães que elas ainda existem depois da maternidade, que a maternidade pode e deve ser leve. E pra não deixar que elas se esqueçam delas, porque mãe feliz cria filhos felizes. E esse é o nosso propósito.

Muita gente não sabe, mas os números em torno da maternidade são assustadores. Vocês sabiam que :

-25% das mulheres sofrem de depressão pos parto

– Um em cada 5 casais vai se separar até o primeiro ano de vida do filho

– 48% das mulheres não retornam ao trabalho após a licença maternidade

– 49% das mães não tem interesse por outros assuntos como trabalho, parceiros e vida social

– 70% das mulheres se diz cobrada ou julgada na sua forma de maternagem

O Mommys combate esses números todos os dias. E aqui vamos falar sobre como podemos mudar essa realidade.



Mariana Bicalho
é a fundadora do grupo Mommys no Faceboook
. Intensa, Mãe, Esposa, Community builder, Empreendedora

Meu Bairro Buritis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *