Inaugurando uma nova fase em nosso blog, a partir de agora teremos colunas de variedades, pra falar de vários assuntos interessantes como saúde, cultura, lazer, etc. Hoje estréia a coluna sobre Qualidade de Vida, com o Terapeuta Reiki Márcio Gandra.

Muito se fala sobre depressão nos meios públicos de hoje, buscando a cura e o alívio imediato dos sintomas. Medicamentos que geram dependência ou efeitos colaterais fortes, além de tratar apenas dos sintomas, são lançados todos os anos através de grandes campanhas de marketing entre psiquiatras, médicos, universidades, revistas científicas e congressos.  Muitas pesquisas falam sobre a serotonina e os canais de neurotransmissores cerebrais, porém pouco se fala sobre a mente e a alma de quem sofre a depressão, sobre as causas primárias e principalmente sobre a cura holística que trata o ser humano como um todo, fisicamente, emocionalmente e mentalmente.

Quando um ser humano inicia seu processo de depressão, significa que todas as tentativas foram feitas e que nada lhe trouxe alegria e satisfação.  Dentro do mundo competitivo, agitado e com as cobranças que vivemos, dificilmente podemos expressar nossa alegria e contentamento diariamente, já que o que a maioria das pessoas busca é ampliar seu conforto, sem se preocupar com o conforto do próximo, ampliar sua felicidade, sem se preocupar com a dos que estão em volta. Ela é mais comum em pessoas entre 25 e 44 anos, atingindo cerca de 20% da população mundial em algum momento da vida. De acordo com o periódico médico Lancet, as doenças mentais são responsáveis pela maior parte de anos de vida perdidos no Brasil – 19%. Essa metodologia calcula tanto a mortalidade causada pelas doenças como a incapacidade provocada por elas para trabalhar e realizar tarefas do dia a dia.

Toda vez que gerar um sofrimento para o outro, estará automaticamente gerando um sofrimento para si mesmo. Enjaulando o seu espírito em um processo de auto-comiseração ou auto-piedade. Quando o espírito se sente preso, enjaulado, inicia um processo de auto-depreciação interior e um grande ressentimento, que só tende a piorar, fazendo com que os canais energéticos do organismo se retraiam e se afastem de seu fluxo normal. A partir daí, inicia-se a depressão fisiológica, onde o corpo passa a vibrar em menor densidade de energia e começa a se tornar letárgico. Isso pode ser visto também como um derramamento de energia eletromagnética, onde alguns campos chakricos se abrem ou rotacionam em sentido inverso e começam a desperdiçar força, enfraquecendo a pessoa como um todo. Do ponto de vista energético há uma freqüência de baixa sintonia sendo gerada, é como se ao ligarmos o rádio, entrasse uma freqüência diferente com a que estamos acostumados a ouvir. E essa freqüência gerasse um processo negativo ao nosso ser, limitando nossos pensamentos e diminuindo nossa capacidade vibratória, de recuperação e que gera estados mentais cada vez mais negativos.

Logo, a depressão sob o ponto de vista metafísico, pode ser descrita como a ausência de luz por nós mesmos. A escuridão de nossa própria sombra, a revelação de nossos próprios medos, receios, preconceitos e aflições. A nossa própria falta de amor próprio e para com o próximo. A falta de amor por nós, gera falta de amor por todos, e isso nos coloca numa jaula de efeito cíclico. Já que para recebermos amor é preciso primeiramente doar. Assim estaremos em equilíbrio com as leis físicas de causa e efeito, ou doação e recepção.

O método tradicional de se tratar a doença são os antidepressivos, que corrigem o desequilíbrio químico cerebral. Porém, os efeitos colaterais do medicamento são muito intensos, o que faz com que metade dos pacientes abandone o tratamento. “Ele causa aumento de peso, disfunções sexuais, além da dependência em muitos casos”, conta o psiquiatra. Segundo Brunoni, 50% dos pacientes voltam a ter depressão depois do tratamento. Por conta disso, muitos pacientes procuram outra forma de tratamento, não invasivo e sem efeitos colaterais. Em paralelo à medicina tradicional, as terapias holísticas se apresentam como uma solução mais profunda, respeitosa e definitiva por tratar o paciente sob todos os aspectos, como dissemos anteriormente: emocionais, físicos e mentais.

Cada vez mais o pensamento ocidental afasta-se dos conceitos de análises estruturalistas onde se estuda as partes por níveis para chegar ao conjunto. A Física Quântica mostra que tudo pode ser reduzido a energia e a sua manipulação. Vemos que a energia precede a matéria, igualmente como os pensamentos e emoções precedem a ação. Assim, aproximamo-nos cada vez mais dos conceitos orientais que declaram a energia como o princípio que, condensado, forma a matéria. Esse fato cientificamente nos é apresentado pela fórmula de Albert Einstein (E=m x C²) que nos mostra a íntima ligação entre energia (E) e a matéria (M). Milernamente, a história mostra a transformação da energia moldando a matéria. Portanto, ENERGIA é a base de tudo.

Nos seres humanos a energia circula de forma livre pelos caminhos sutis: Chacras, Meridianos e Nadis. Também percorre nosso campo energético, nossa Aura. Essa energia alimenta órgãos e células, regulando ainda as funções vitais. Se há bloqueios na livre circulação energética, prejudicando o transito, advém o desequilíbrio e a conseqüência no corpo físico. Esses bloqueios ocorrem muitas vezes por excessos cometidos de naturezas diversas quando o corpo libera energias que produzem barreiras impedindo o fluxo de energia vital, atuando no corpo físico e criando a “doença”.

A Terapia Reiki se utiliza da energia Chi, presente em abundância no Universo, e tão discutida e utilizada nas tradições orientais. Após a iniciação no Reiki, essa energia passa a ser captada e os Chacras passam a ser dinamizados. Imediatamente após a iniciação, o Reikiano passa a ser um canal de energia que passa a aplicá-la e a direcioná-la através das mãos, diluindo bloqueios energéticos e estimulando os processos naturais de auto-cura tanto físicas quanto emocionais.

 

Márcio Gandra
Terapeuta – CNT 34210-MG
Mestre Reiki
. Membro da Associação Nacional dos Terapeutas

. Sociedade Brasileira de Medicina Alternativa
. Academia Brasileira de Reiki

www.reikibelohorizonte.com.br
www.facebook.com/reikibelohorizonte
Email: [email protected]

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

FALE CONOSCO

Envie-nos uma mensagem

Enviando

©2019 Meu Bairro Buritis | Todos os direitos reservados

ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?